Empreendedorismo, Finanças para Mulheres

Crianças podem investir no Tesouro Direto?

crianças podem investir no tesouro direto?

Quando o assunto é futuro, quem é mãe, pensa logo no futuro do filho. Não é assim?

Quem se preocupa em juntar uma quantia de dinheiro para garantir um futuro melhor para os filhos?

Então, você como uma mãe zelosa que é, já está se preocupando com o futuro do seu filho. Se pergunta: qual seria o melhor lugar para investir o dinheiro que estou poupando para o meu filho hoje?

A primeira coisa que a gente pensa é: não posso investir em nada que não tenha muita segurança. Por que a ideia é garantir o futuro e não especular com esse dinheiro, certo?

Nada de pensar em investir em Bitcoin! Pelo amor de Deus!

Já ouvi muitas histórias de avós, que faziam poupança para os netos.

Depositavam sempre um pouquinho, para quando os netos crescessem tivessem a garantia de poderem estudar em uma boa faculdade ou até mesmo dar entrada em um carro ou apartamento.

O mundo evoluiu e hoje, a poupança, não é a melhor opção para fazer esse pezinho de meia.

Se você quer investir em algo que vá repor o seu poder de compra, ou seja, render mais do que a inflação, a poupança não deve ser a sua opção.

Hoje temos no mercado brasileiro, uma opção mais segura e rentável, que são os títulos públicos do governo brasileiro, ou como todo mundo chama os títulos do Tesouro Direto.

 Aí vem a pergunta que escuto em todos os meus treinamentos, mas, Gláucia, criança pode investir no tesouro direto?

A resposta é sim. Criança pode investir no Tesouro Direto. Não importa a idade, a criança pode sim investir no Tesouro Direto, desde que tenha um CPF. 

Como hoje em dia a criança já sai da maternidade com o CPF emitido não tem nem dificuldade!

Na minha época a gente só podia tirar o CPF depois dos 16 anos.

Lembro do transtorno que foi para eu tirar o meu antes do 16 anos, por que eu queria tirar a carteira de trabalho para poder trabalhar. Parece loucura, mas comecei a trabalhar com 15 anos.

Voltando ao assunto, como um menor de idade pode investir no tesouro Direto?

  • Primeiro Passo – A criança deve abrir uma conta bancária (tem que ser conta conjunta).
  • Segundo Passo – A criança precisa abrir conta em uma corretora de valores habilitada no programa do tesouro Direto. Temos várias: entre elas a RICO, MODAL MAIS, XP, Clear, etc.

Quando a conta é aberta no nome da criança, será necessária a apresentação dos documentos do seu representante legal, que será o responsável pela conta até a sua maioridade.

  • Terceiro Passo – Enviar o valor que será investido no Tesouro Direto da conta bancária da criança, para conta aberta na corretora.
  • Quarto Passo – Realizar a compra normalmente. É escolher o título ideal para o objetivo da criança e fazer o investimento.

A parte mais chatinha será o primeiro investimento por conta da abertura da conta no banco e depois na corretora. Mas depois dessa etapa, serão feitos os investimentos da mesma forma que são feitos os investimentos para os maiores de idade.

Viu como não é um bicho de 7 cabeças?

O importante é aproveitar que você conseguiu poupar e fazer o dinheiro render um pouco mais do que a poupança vem pagando, que cá entre nós, é uma miséria.

Estamos falando de mais ou menos 3,5% ao ano.

0 Comments
Share

Gláucia Coutinho

Articuladora de empreendedorismo feminino, coach e empresária. Especializou-se em ensinar empresárias a obterem a mais alta performance de seus próprios negócios.

Reply your comment

Your email address will not be published. Required fields are marked*

Pin It on Pinterest