Blog, Empreendedorismo

As mulheres sabem fazer NETWORKING?

as-mulheres-sabem-fazer-networking

Sem dúvidas uma das práticas estratégicas mais importantes para o dia a dia, quando o assunto é o mundo do empreendedorismo, é o networking.

Seja para quem finalmente está tirando do papel aquele projeto ou para os empreendedores que já encontraram o caminho do sucesso, manter uma boa rede de relacionamento é fundamental para ampliar as oportunidades de negócio.

O networking nos dá um espaço para a troca de conhecimentos e de experiências. Além disso, possibilita também parcerias, que podem impulsionar o trabalho de empresas que atuam em segmentos completamente diferentes, a partir de ideias verdadeiramente novas.

É por isso que falar sobre isso e ter em mente atitudes simples que você pode implementar no seu dia a dia para fazer um bom networking. É muito importante para o futuro do seu negócio e carreira e até mesmo de seu mercado como um todo.

Por isso, vamos a uma provocação!

As mulheres sabem fazer networking?

Quando penso nessa questão, automaticamente vem aquela ideia de que as mulheres costumam ser mais habilidosas na hora de dialogar no ambiente de trabalho.

Mostramos-nos mais comunicativas do que os homens – afinal, compulsoriamente fica a encargo deles desenvolver as estratégias que serão colocadas em prática, enquanto a nós fica associado o papel de ótimas executoras, sempre atentas aos detalhes e dispostas a ‘falar com jeitinho’.

Assim, as empresas terão unido as áreas necessárias para que um projeto possa ser executado.

Alerta:

Uma pesquisa do GEM (Global Entrepreneurship Monitor) aponta que a mulher brasileira é a que menos faz networking.

A verdade é que poderíamos ficar horas e horas listando motivos que contribuem para a conclusão acima.

A desigualdade da mulher no mercado de trabalho é o mais óbvio deles: somos minoria em cargos de liderança. Falta-nos, muitas vezes, inspiração!

Como consequência, estamos mais propensas à insegurança, o que também contribui para nos sentirmos desmotivadas frente a alguns desafios.

Além de nossa jornada não acabar quando batemos o ponto ou desligamos o notebook – ao chegarmos em casa, precisamos cumprir nossos outros papeis, como mães, esposas e filhas (entre tantos outros).

Ainda que esse modelo esteja, finalmente, sofrendo alterações a cada dia a partir do empoderamento feminino, a grande maioria das mulheres ainda se sente mais responsável do que seu parceiro pela educação dos filhos e pelos cuidados com a casa e, no fim das contas (ou no fim do dia, da semana, do mês rs).

Podemos dizer que não sobra tempo para comparecer à reuniões, workshops e eventos super importantes para manter em dia o networking feminino.

Não é à toa que nos últimos anos as redes de relacionamento entre as mulheres estejam ganhando tanto destaque.

Essas iniciativas entendem as necessidades do público feminino. Mais importante do que isso, propõem eventos com horários alternativo, até mesmo espaços com creches e afins.

Dedicar um tempo da sua rotina para esses encontros é muito importante. Porém, não basta estar lá para garantir um bom networking, certo?

Abaixo, listo algumas dicas para te ajudar a deixar seu marketing pessoal em dia com sua rede de relacionamento:

 

1. Busque se envolver com pessoas novas durante os eventos que participar

Costumamos permanecer em nossa zona de conforto em situações em que a insegurança fala mais alto. É importante nos aventurarmos fora daquela rodinha de conhecidos e enxergarmos nos eventos a oportunidade de ampliar e fortalecer nossa rede pessoal de contatos.

 

Vá além das redes sociais

Quando o assunto é networking, é preciso ir além das interações virtuais. De nada adianta sair adicionando pessoas em redes como o LinkedIn (se você ainda não tem um perfil por lá, priorize criá-lo!). Ou ainda,  sair distribuindo cartões de visita se não houver um propósito de relacionamento no mundo real.

 

2. Mantenha os novos contatos vivos

Você finalmente conseguiu participar de um evento super bacana. Aproveitou para trocar experiências e fez novos contatos com diversas pessoas interessantes.

Qual o próximo passo? Manter esses contatos vivos, é claro!

Aposte em continuar se comunicando sempre que possível para se tornar memorável.

Por que não compartilhar com aquela pessoa uma matéria legal que você acaba de ler que acha que pode ajudá-la?  Ou até mesmo marcar um café no meio da semana?

 

3. Esteja disposta a ajudar

Colaborar é a ordem da vez!

Tenha em mente que fazer um bom networking também é estar disposta a ajudar o outro. Se tiver como contribuir com aquela nova ideia de alguma forma, não hesite em se mostrar disponível.

O universo sempre nos retribui. Além disso, você será lembrada por essa pessoa quando ela também puder colaborar com seu negócio.

 

4. Deixe a timidez de lado!

Esse talvez seja um dos pontos mais importantes.

Não deixe a vergonha e a insegurança impedirem que você dê o primeiro passo na hora de conversar com alguém que não conhece. Jamais se subestime!

Mantenha-se atualizada sobre a novidades da área em que atua e assuntos pelos quais se interessa. Tenha confiança em você mesma, sempre.

Agora é a sua vez de colocar essas dicas em prática

Qual será seu primeiro passo?

Se sentir que a procrastinação ainda está falando mais alto, aqui tem um post que pode te ajudar também com dicas para ser mais produtiva e te incentivar a não deixar para amanhã o que você pode fazer agora!

Até a próxima!

1 Comments
Share

Gláucia Coutinho

Articuladora de empreendedorismo feminino, coach e empresária. Especializou-se em ensinar empresárias a obterem a mais alta performance de seus próprios negócios.

1 Comments

  1. Gláucia Coutinho - Transformando Mulheres em Líderes
    3 outubro, 2018 at 8:12 am

    […] é fundamental mantermos o networking em dia (já dei dicas sobre isso num post anterior, confere aqui!) e incluirmos os homens em nossos diálogos e trocas de experiência. Afinal, a ideia é construir […]

Reply your comment

Your email address will not be published. Required fields are marked*

Pin It on Pinterest